Quartas-feiras loucas…

Cheguei a casa e tinha de correr muito, por sinal… É dia de ir levar o cesto de roupa para passar. A minha rica mãe, como já devo ter contado, deixou-me sair de casa na condição que lhe levava a roupa todas as semanas para passar… Isto porque, ela tem um serviço contratado, que quanto mais peças menos paga… Por peça… No fim vai tudo dar ao mesmo…
Anúncios

Doces de mesa em casa do João

Hoje é dia de jantar em casa do João Paulo. Vá, é época natalícia e o Diogo deu ideia de um jantar de natal… Até aqui tudo dentro da normalidade, acontece que quando o Diogo me manda SMS ou, para não gastar dinheiro, me fala enquanto estamos a cafezar, por norma acabo por ter de ser eu a Isaura da história… Vamos andar um pouco para trás.
Eu tenho, desde o secundário, um grupo de amigos maioritariamente rapazes, que se tornou ainda mais masculino depois de entrar para a universidade. Éramos bem mais antes deste acontecimento, mas a verdade é que a entrada para universidade tornou-nos menos mas mais próximo. Pois bem, nós já não nos encontramos no café ao sábado à noite como era hábito, ou em minha casa para comer bolo e conversar até às tantas da manhã, como também era hábito, isto deve-se ao facto dos rapazes terem encontrado a sua metade, (felizmente o grupo só tinha eu e a Cris de elementos femininos, de contrário faziam todos como eu e o Rui e o grupo não aumentava e não tínhamos agora tanta gente simpática e bem disposta) ou seja, se há 6 anos éramos 9 hoje somos 16 e fazer o jantar que em tempos era do solteiro e agora é do pessoal mais apêndice torna-se muito complicado, até porque somos fãs da expressão jantar Low cost, ou seja no supermercado compramos entradas e bebidas, num restaurante encomendados a comida e cada casal traz uma sobremesa e uma peça de fruta para a indispensável sangria. O sítio ultimamente tem sido na casa do João, mas em tempos era cá em casa e eu era a cozinheira de serviço, um trazia a carne, o outro massa, enfim cada um trazia uma parte e fazíamos os jantares cá em casa, bons tempos. Porém o tempo muda, eu ganhei juízo e agora em vez de oferecer a casa e os serviços de cozinheira, fui graduada. Agora a minha função é, o João ou o Diogo dão o mote e a Angélica trata de convidar e organizar… com excepção da actividade paintball, em que eu só tratei de criar um grupo dar informação, pressionar por respostas e esperar. O resto foi o Diogo que tratou (Diogo estou a dar-te crédito).

Chegamos assim ao jantar de natal deste ano. A ementa vem de um restaurante de grelhados, nada mais natalício do que comer fêveras e batatas fritas, o típico vinho quente terá a substituição por sangria e as rabanadas e sonhos serão muitas coisas entre elas mousse de chocolate e leite-creme. Isto tem tudo uma razão de ser, no outro dia estava a ver um desenho animado, que mão me lembro do nome e também não tenho aqui o Rui para me recordar, mas a história passava-se numa organização de cenário para uma filmagem, era suposto simularem o verão, e um dos organizadores disse que faltava incenso e o outro disse que no verão não se usa incenso e a resposta foi: “isto retrata um pobre, os pobres fazem tudo ao contrário”. Nos também somos unhas-de-fome e por isso, e ao preço a que está o bacalhau, não há nada como a bela fêvera de S. João.

Como podes imaginar, o jantar promete, 16 pessoas à mesa, xixinha grelhada sangria e doces caseiros… que grande Natal. Ou não fosse o natal uma espécie de festa popular no inverno… Que venham de lá as boas festas! Ah e já agora a mousse e o leite-creme.

Ps: obrigado a todo este grupo de amigos, autentica máfia de anti-hipotéticos-namorados da Angélica, mas bons amigos!

Leite-creme à moda da mãe Irene

Imagem

O que preciso?

  • 4 Gemas
  • 5 Colheres de sopa de farinha Maizena (rasas)
  • 5 colheres de açúcar
  • 5 Copos de leite
  • 1 Pau de canela
  • 1 Casca de limão
  • 1 Fervedor

Como fazer?

1º Colocas 4 copos de leite com o limão, o açúcar e a canela no fervedor e levas ao lume;

2º Numa bacia colocas o copo de leite e farinha mexes até ficar bem líquido;

3ºDivide adiciona as gemas a este leite e mexe bem também;

3º Quando o leite começar a fumegar adiciona o preparado anterior e mexe sempre sem parar até engrossar;

4º Desliga o fogo e divide por formas.

Mousse de chocolate

Imagem

O que preciso?

  • 4 Claras
  • 200gr de manteiga
  • 200gr de marshmallows
  • 200gr de chocolate
  • 200 ml de natas azedas
  • 1 Fervedor

Como fazer?

1º Colocas a manteiga, o chocolate e os marshmallows no fervedor e levas ao lume; com uma colher de pau mexe sempre até tudo se tornar num liquido de chocolate. Deixa repousar

2º Numa bacia bates as natas até ficarem bem espessas.

3º Noutra bacia bates as claras em castelo;

4º Juntas as natas e as claras e mexes muito bem. Quando tudo estiver com ar de nuvem, adicionas o chocolate e misturas tudo muito bem com uma colher de pau;

5º A mousse está pronta a ir ao frigorífico quando estiver com uma cor homogénea de chocolate.

 Imagem