Páscoa, sem receita

Eu acho que o Natal e a Páscoa estão ligados.

Do ponto de vista religioso temos de um lado o nascimento de um bebe, do outro a morte e ressurreição desse mesmo bebé/Homem.

Eu fui criada e educada católica e portanto vivo as duas épocas com uma alegria enorme.

Se tivesse de escolher entre uma das duas, teria sérias dificuldades. Em ambos os casos temos a união das pessoas. Quando um bebe nasce, ou quando alguém morre, fica intrínseco ao ser humano fundir-se com outros para receber o amor que dali emana. Às vezes achamos, que na morte as pessoas precisam de espaço, para se adaptar à falência. No entanto, eu, um ser humano carente sinto que na morte precisamos de tanto carinho como no nascimento. Precisamos de sentir que o nosso núcleo está ali. Que perdemos alguém, mas não é uma perda total é uma perda física.

Julgo que os meus sábados de catequese, os livros pagãos e ainda as pesquisas desfreadas para perceber o porquê do ser humano ter de nascer para morrer, fez-me encarar a morte como uma ressurreição. Nós morremos fisicamente, mas durante a vida trabalhamos para que vivamos sempre na mente dos que ficam. Foi isto que eu percebi. É assim que eu entendo. É assim que eu sinto quando alguém a quem quero se vai.

Deus disse a Abraão e Sara, que ainda que velhos iriam ter um filho. Sara riu-se. Se por um lado tinha uma marido velho, por outro ela mesma estava velha. Deus não achou grande piada, e perguntou porque riram. Sara negou que o fez. Acabaram por ter um Isaac, o filho da alegria, aquele que ri. Graças à mãe diria eu.

O ser humano ri, e é alegre, porque o tempo que tem é curto, não é eterno e rir dá prazer, dá conforto, dá saúde. A morte é o nosso limite para gargalhar, mas é a nossa continuação para ficar nos ouvido de quem nos ouve. Para um dia, quando já cá não estivermos, alguém se lembrar do nosso sorriso e sentir-se reconfortado.

Por isso eu sinto que entre o Natal e a Páscoa, o que fica são as gargalhadas, a felicidade, as vivenciais.

Feliz e Santa Páscoa!

IMG-20180330-WA0007.jpeg

Anúncios

Um pensamento sobre “Páscoa, sem receita

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s