Polvo conta como peixe?

Estou aqui no meu sofá, 40 mins depois de uma aula de pilates que deu cabo de mim, e estou a pensa quantas vezes partilhei uma receita cujo conteúdo tem algo do mar (peixe, marisco, moluscos…).

Na minha cozinha, canto que eu tanto adoro, coze um arroz de polvo, que da ultima vez que o provei estava com sabor divinal.

Cá em casa somos carnívoros fervorosos, a minha mãe sempre disse que peixe não puxa carroça, e o Pedro não torce só o nariz quando se lhe faz peixe, na verdade todo ele se transforma num contorcionista.

Eu fui criada à beira mar, peixe em nossa casa era com fartura, mas eu acho que ao longo da minha vida raramente comi um peixe que me soubesse a satisfação. Com excepção de uma dourada cozinha num restaurante de renome em Espinho. Era uma dourada bem fresca, bem assada na brasa, só com sal. Foi um almoço incrível, mas no fim para compensar, la veio a mousse de chocolate. Não posso ter uma refeição low-calorie, parece mal ao meu estômago e cérebro. Eu agora até ando a praticar pilates para tentar orientar corpo e mente, mas mesmo assim, enquanto o meu arroz de polvo coze estou a pensar no arsenal de chocolates que se encontram no armário da vergonha. Sim arsenal, porque tanto chocolate é letal.

Eu gosto de arroz de polvo, se a calda for bem concebida, se o sabor for equilibrado, se houver polvo. No entanto, ainda não consegui acertar muito bem nos temperos. Hoje estou a testar sabores novos. Comecei a semana a fazer bifanas com um molho de pimentão e limão que são de comer e chorar por mais. A mistura de condimentos correu muito bem e estou a testar aplicar ao arroz de polvo, da ultima vez que fui ver como estavam os sabores, senti um arrepio de prazer, se entretanto não tiver estragado tudo acho que vai valer a pena.

Vou esforçar-me na calda, ainda por cima há pão fresco em casa.

Se correr bem, vamos ter um jantar de moluscos!!

Vivam os molusco, se vem do mar é peixe…

ARROZ DE POLVO

O que vais precisar?

  • Cebola ralada e azeite qb;
  • meio copo de vinho branco;
  • 1 pimento baby cortado em pedacinhos bem pequenos;
  • 1 colher de café de paprika;
  • 1 colher de café de molho inglês;
  • umas gotinhas de molho picante;
  • meia colher de café de sal grosso;
  • 1 copo de arroz carolino;
  • 3 copos de água;
  • 250 grs de miolo de polvo já cozido (eu compro do congelado pronto a usar);

Como fazer?

  1. Primeiro colocar o azeite com a cebola a refogar;
  2. Quando começar a ganhar cor, adicionar o vinho, o pimento, a paprika, molho inglês, molho picante e sal, deixar levantar fervura e adicionar o arroz;
  3. Esperar que o arroz fique sem vinho, e então adicionar a água, e deixar o arroz cozer;
  4.  quando o arroz começar a abrir, adicionar o polvo, perceber se os sabores estão equilibrados, e adicionar mais meio copo de água, para o arroz não perder a calda;
  5. Deixar cozer, até o molho engrossar e o arroz ficar bem cozido;
  6. Servir na hora, de contrario perde aquele molho que me fez usar o pão como só nos os Portugueses sabemos;

Quero deixar bem claro, que o arroz estava mesmo bom!

 

unnamed

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s