Húngaros para descomprimir!

Versão Portuguesa

Sabes aqueles dias em que sentes que o mundo se uniu para te tramar? Como na musica do Rui Veloso??

Pois bem, hoje foi um desses dias…

Qual é das piores coisas que pode acontecer ao ser humano que tem de se levantar cedo? Eu sei, acordar, pensar que ainda se tem 2 horas para dormir e o despertador começa a cantar uma musica qualquer, porque afinal já é hora de acordar. BOLAS é horrível. A vontade é pegar num pau e estrangular à paulada (coisa a roçar o impossível, mas é de manha e os pensamento ainda não estão bem formados) o despertador. Depois tentas ficar na preguiça, mas sentes-te a ficar incomodada. O tempo está a passar, é preciso tomar banho, tomar o pequeno almoço, escolher roupa (não necessariamente nesta ordem). Um sem fim de actividades que te fazem comichão pelo corpo e não te permitem relaxar aqueles 5 minutos extra que todas as manhas tentas oferecer-te… Lá te levantas, vais tomar banho, ainda há gás não tens porque te preocupar. Vestes-te tomas o pequeno almoço, conversar com a tua versão de Leo, que está desolado porque está a ver a hora de ser abandonado cada vez mais próxima. Tentas adiar o inadiável e quando dás por ela, já estás bastante atrasada. Dizes ao cão um rápido chau e metes-te no carro. Tentas relaxar com o rádio, mas acabas tão relaxada que em vez de ires a 50 vais a 30 e o tempo a passar… BOLAS. Lá consegues meter-te na auto-estrada, o tempo não para, vai acabar por chegar atrasada. Metes o pé ao acelerador, se tudo correr bem não há multa para ninguém e ainda ganhar algum tempo… Só que não, no ultimo cruzamento está uma confusão enorme. Tu estás a 1 quarteirão do destino, que se não fosse a confusão chegavas a tempo, e se não fosse o veiculo dava para ires a pé e chegar antes da hora… Raios. Chegas mesmo no limite. Respiras. Olhas para traz e a sensação que tens é que já passaste por tanto hoje que já merecias voltar para a cama.

O minha manha foi mais ou menos assim hoje. Quando me sentei depois de toda a actividade respirei e pensei vou tentar melhorar o meu dia. Não vou contar as minhas actividades porque não interessa para nada. Vou é partilhar a conversa sobre a receitas hiper simples de húngaros que me deram hoje…. foi basicamente isso, dera-me uma receita simples de Húngaros.

Com o passar do dia fui ficando cada vez menos paciente, cada vez mais triste e deprimida. Enquanto conduzia para casa pensei no que estava a fazer de tão errado para não me estar a sentir eu. Por sentir uma irritação interior… O que se passa é que já não cozinho com a frequência de antigamente. É isso que me deixa num lugar bom. Assim, mal cheguei a casa, vesti o meu avental, e fui para a cozinha exorcizar a má disposição. O resultado foram os Húngaros que se seguem.

English Version

You know those days when you feel that the world came together to plot you? Like the music of Rui Veloso ??

Well, today was one of those days …

What is the worst thing that can happen to a human being who has to get up early? I know, wake up, thinking that you still have two hours to sleep and the alarm starts to sing a song, because after all, it is time to wake up. Bollocks is horrible. The will, is takeing a stick and strangle the alarm (thing that skims the impossible, but in the morning thoughts are not well formed). Then you try to stay in laziness, but you feel yourself getting annoyed. The time is passing, you need to take a shower, have breakfast, choose clothing (not necessarily in that order). A myriad of activities that make your body itch and not allow you to relax those 5 extra minutes that you try to give yourself … Then you get up, you’ll take a shower. Dress up, take breakfast while talking with your Leo version, that is desolated because he is watching the time passing by, getting closser to the abandonment moment. Try to postpone the unavoidable and when you look, you’re already quite late. You say to the dog a quick goodbye and put yourself  in the car. Try to relax with the radio, but you end so relaxed that instead of going to 50 km/h you go like 30 km/h and you’ll pass the time … Bollocks. Then finally you get on the highway, but time doesn’t stop so will end up being late. Unless you put foot on the accelerator and if all goes well there is no penalty for anyone and still gain some time … But not, in the last cross there’s a huge mess. You are 1 block from the destination, that if not for the mess, you would arrive on time, and if not for the vehicle, you could go walking and get ahead of time … grrr. Finally you arrive right on the edge. Breathe. You look behind and the feeling you have, is that you already gone through so much today that it is deserved to go back to bed again.

This morning was more or less like mine today. When I sat down, after all the activity, breathed and thought: ” try to improve the day”. I will not tell my activities because it does not matter at all, but I’ll share the conversation I have about chocolate in cookies, or more accurately Hungaros (sory don’t know the name in english….). My boss shared a recipe for hungaros today… That’s about it….
Over the day I was getting less and less patient, more and more sad and depressed. While driving home, I thought about what I was doing so wrong to not feel me.  The thing is that I don’t cook/bake with the frequency of other days. That’s what puts me in a good place. So, I got home, I dressed my apron, and went to the kitchen to exorcise the bad feelings. The result was the Hungarians that follow.

PS: if you know the name of this cookies in other languages, please tell me…

HÚNGAROS (receita de http://lifestyle.sapo.pt/sabores/receitas/hungaros-caseiros-rapidos)

O que vais precisar?

  • 300gr de farinha;
  • 50g de farinha maisena;
  • 150gr de manteiga;
  • 100gr de açúcar em pó;
  • 2 gemas de ovo;
  • 20 ml de leite;
  • 1 tabelete de chocolate de culinária;

Como vais fazer?

  1. Junta os ingredientes todos numa taça, menos o chocolate;
  2. Mistura tudo, iniciar-me com uma batedeira, depois com as mãos, até formar uma bola de massa. Adiciona farinha se sentires a massa muito colenta. Eu adicionei mais duas colheres de farinha;
  3. Liga o forno a 150º;
  4. Espalha a massa com auxilio de um rolo da massa, e corta as bolachas da forma que quiseres. Se não tiveres formas de cortar, usa um copo;
  5. Coloca as bolachas cortadas num tabuleiro untado e leva ao forno;
  6. Quando começar a ganhar um tom acastanhado, retira-as para depois de arrefecidas não ficarem muito duras;
  7. Enquanto estiverem a arrefecer, derrete uma tablete de chocolate;
  8. Mergulha metade da bolacha já fria no chocolate e deixa secar o chocolate sobre uma grelha. Eu usei a do fogão;
  9. Depois do chocolate seco, coloca-as num tuperware,e reserva em local fresco para o chocolate não amolecer. Eu guardei as minhas no frigorífico.

InstagramCapture_c50d4b26-85c6-44d8-b678-3c6d297bd13d WP_20150408_23_43_18_Pro WP_20150408_23_43_36_Pro

Anúncios

Um pensamento sobre “Húngaros para descomprimir!

  1. e que bom que estavam o pai comeu dois e eu comi um ,mas de manhâ o pai acordou e disse hoje estou um pouco ourado e eu então respondi come muito hungaros o chocolate ai meu Deus estavam uma delicia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s