Sistema nervoso central a colapsar….

Versão Portuguesa

A minha casa está em reboliço… a culpa é o evento do ano para os meus pais, a Marta vai casar.

Estamos a praticamente um mês de distância, vá um mês e uma dúzia de dias, e a minha mãe está a começar de se preocupar com o que, do meu ponto de vista pouca importância tem. O aspecto da nossa casa…

Esta casa foi inaugurada, poucos dias depois de eu ter nascido. Nunca vivi em mais lugar nenhum e sempre achei a minha casa o meu porto de abrigo. O meu lugar. Ou seja, quando ouço coisas como limpezas de Páscoa e limpeza para o casamento, fico algo assustada. Estas limpezas, implicam pintar paredes, encerar madeiras e esfregar o chão. Ou seja, a minha tão amada casa perde parte da sua identidade. Deixa de cheirar à minha infância, deixa de ter os meus dedos marcados na parede, coisa que eu acho quase ofensiva, porque são marcas da minha arte. E o chão torna-se imaculado… IMACULADO. Bolas, então e os pelos do cão, que anda tão esforçado em os largar??

A verdade é que o motivo é nobre, a menina “mais grande” dos meus pais vai à Igreja, pedir bênção para o casamento que já concretizou aos olhos da lei. Vai ser dia de festa, os meus pais vão abrir portas de casa aos amigos e familiares, para que a Marta “saia do lar” e se entregue à nova etapa da sua vida, o casamento abençoado.

Eu compreendo a felicidade, afinal muitas de nós sonham com o dia do casamento e tantas outras sonham com o dia do casamento das filhas. Chama-se o dia mais feliz da vida de uma mulher… a seguir a ser mãe, acho eu que nem casada nem mãe sou. Sei no entanto que cá em casa o nervoso miudinho começa a despoletar. O que não é nada agradável, pelo menos para mim, cujo nervoso miudinho se centra no facto de já terem iniciado as “limpezas para o casamento”.  Obviamente que não estou nervosa com o casamento da minha irmã, é a lei da vida. Agora pintarem as paredes, darem a volta à sala, lugar onde tantas vezes dormi e neste preciso momento estou a usar como escritório, é um abuso. Ela não vai casar com a casa, engalanar a casa serve para enganar os fotógrafos, porque na verdade não é assim que somos. Nós somos pessoas que vivem a casa… Estas atitudes lembram-me a ida ao cabeleireiro, aquando do casamento do meu primo Arsénio. Ele casou em Alvarenga e tivemos de sair de casa muito cedo e por isso fomos ao cabeleireiro no dia anterior. a tia Lina, mãe do noivo, pediu para lhe fazerem uma “banana”, a cabeleireira fez e ela passou a noite em claro para não estragar o cabelo… NA NOITE ANTERIOR AO GRANDE DIA… Eu estava tão cansada no dia do casamento que nem aproveitei muito bem, foi bonito e simples, mas não me recordo de muito mais do que ser beijada pelo ramo da noiva… Ora aqui está outro assunto que me assusta nos casamentos. A noiva atira o ramo e a solteira que o apanha é a próxima a casar, faz 10/11 anos que o meu primo casou e eu nem pedida em casamento fui. Logo isto é só um forma de dissimular a realidade. O dia é da noiva, e ponto. Ela está preocupada em aproveitar o facto de ser a rainha e princesa, achar que ela vai partilhar parte dessa “sorte” é ser-se inocente… Por falar em o dia é da noiva. Se o dia é da noiva porque raio andam os meus pais estafados em deixar o meu ninho mais “bonito”? Não é o meu ninho que vai casar, é a Marta…

Vês, nervoso miudinho, é isto que o casamento me está a fazer, mexer com o meu sistema nervoso centrar… Raios.

O que acontece quando mexem com o meu sistema nervoso central!??! MUITO BEM, fui para a cozinha. FAZER O QUÊ?? Tartes de maçã como as do McDonalds… O problema é que amanha vou à endocrinologista… Parece que a estou a ouvir quando lá chegar amanhã:”Que aconteceu com a minha magrinha que está a ficar outra vez redondinha”. Se ela me diz isto eu desato num ataque de choro e culpo o facto de me terem pintado a sala…

English Version

My house is in turmoil … the blame is the event of the year, to my parents, Martha is going to marry.

We are barely a month away, well a month and a dozen days, and my mother is starting to worry about what, from my point of view has little importance. The appearance of our house …

This house was opened a few days after I was born. I have never lived anywhere else and always saw my home as my safe haven. My spot. That is, when I hear things like Easter cleaning’s and cleaning for the wedding, I get scared. These wipes, imply painting walls, waxing woods and scrub the floor. That is, my beloved home loses some of its identity. The smell of my childhood gets away, no longer my finger’s marks are on the wall, which I think almost offensive, because they were brands of my art. The ground becomes immaculate … IMMACULATE. Poor dog that works so much to leave is fur on the ground.

The truth is that the reason is noble, the “bigger” girl of my parents goes to church, ask blessing for marriage already materialized in the eyes of the law. It will be feast day, my parents house will open doors to friends and family, so that Marta “leaves home”  to the new stage of his life, the blessed marriage.

I understand happiness, after all, many of us dream with the wedding day and many others dream of the wedding day of the daughters. It’s called the happiest day of a woman’s life … after becomimg a mother. I think that, as a not married nor mother women. I know however that here at home the nervous niggling begins to trigger. What is not pleasant, at least for me, whose nervous niggling focuses on the fact that they have already started the “cleaning for the wedding.” Obviously I’m not nervous about my sister’s wedding, is the law of life. Now paint the walls, giving back to the room, where so often I slept and I am right now using as an office, is abusive. She will not marry the house, handsoming the house serves only to deceive the photographers, because in fact that is not how we are. We are people living the home … These attitudes reminds me going to the hairdresser, when my cousin’s Arsenio got married. He married in Alvarenga and had to leave home very early and so, we went to the hairdresser the day before. Aunt Lina, groom’s mother, asked for a “up pony tail”, the hairdresser did it, and she spent a sleepless night not to spoil the hair … THE NIGHT BEFORE THE BIG DAY … I was so tired on wedding, it was nice and simple, but I do not remember much more than being kissed by the bride branch … Now here’s another matter that scares me at weddings. The bride throws the branch, and the single lady that the catchs it, is the next to marry. My cousin got maried 10/11 years ago, and I don’t even have been asked. I’m just saying that this is just a way to hide the reality. The day is for the bride, period. She is concerned to take advantage of the fact that she is the queen and princess, you think she will share part of that “luck” is called innocense … Speaking of the day is for the bride. If the day is for the bride, why have my parents decided to leave my nest in a more “beautiful” one? Not my nest that will marry, Marta …

See, niggling nervous, this is what marriage is making me, a mess to my central nervous system… bollocks.

What happens when stir my central nervous system! ??! WELL, I went to the kitchen. DO WHAT ?? Apple pies as McDonalds … The problem is that tomorrow I’m going to the endocrinologist … It seems that I’ll hear the doctor saying, “What happened to my skinny girl that is getting plump again.” If she tells me that I’ll reveal a cry attack and blame the fact that they have painted the leaving room.

TARTE DE MAÇA DO MCDONALDS

O que vais precisar?

  • 4 maçãs, descascadas e cortadas em cubos;
  • 1 colher de açúcar;
  • 1 pau-de-canela;
  • massa filo;
  • Óleo para fritar

Como vais fazer?

  1.  Colocas as maças com o açúcar e o pau de canela ao lume a ferver(não adiciones água, as maças já têm a água necessária). Quando estiverem cozidas, mas sem se desfazerem, desliga o lume e deixa arrefecer.
  2. Quando as maças estiverem arrefecidas, liga a frigideira;
  3. Estica a massa filo na bancada e distribui a maçã em montinho e tapa-os com outra folha de massa filo por cima.
  4. Cola as pontas e leva ao óleo bem quente;
  5. Deixa alourar, retira e serve com açúcar em pó por cima.

CAM00468 CAM00466

Anúncios

Um pensamento sobre “Sistema nervoso central a colapsar….

  1. é bom fazer de vez em quando esta limpeza para nos purificar os pulmões com o cheirinho da tintas e do verniz …..até tu anda preocupada com o casamento mas és muito forte …..se eu não te conhecesse….. quanto ás tartes chamamo-lhe um figo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s