Jantar de redenção… fim de curso… Oh foi um jantar!

A minha vida este fim de semana foi uma espécie de Reality Show. Estive no Kitchen nightmares, e ao mesmo tempo no What not to wear e finalmente um outro que chegou a passar na televisão portuguesa Queer Eye for the Straight Guy que eu julgo que na versão portuguesa era “Esquadrão G”. Sim é verdade, nas 24h que durou o dia de “Todos os Santos”, a cozinha da minha mãe transformou-se num set digno do canal E!

Vamos recuar quase um ano, 19 de Dezembro de 2013. Eu fiz anos, não vou dizer quantos porque me sinto constrangida… Os meus amigos, juntaram-se e fizeram uma vaquinha. Ofereceram-me um vaucher para fazer um curso de culinária. Os meses passaram eu ganhei coragem, inscrevi-me no curso e fui toda contente tirar o curso. Até aqui nada de novo. Visto que ja contei esta história. Acontece, que eu prometi, que quando tivesse o curso fazia um jantar para todos. Aqui começa a trama…

Sabes o programa “What not to wear”? Em que, andam a filmar uma pessoa que se acha uma estrela fashion, mas na verdade não passa de uma pessoa com um péssimo gosto para vestir? Pronto, o mesmo aconteceu comigo… mas nada a ver com roupa, é mais a ver com a cozinha. Eu achava que era uma cozinheira inata. Nasci para cozinhar para os amigos… até que eles me oferecem um vaucher para ir aprender a cozinhar… Foi como se estivesse a ver a Stacy e o Clinton a dizer: “numa semana tens de mudar”… mas era mais o Chefe Francisco Lobão a dizer: “vais ter de aprender”. Foi doloroso, mas eu aceitei o desafio e no fim ate recebi um diploma. Por esta altura, dou entrada no programa “Esquadrão G”, quando depois de um dia a ensinar um homem a tratar da sua pele, a fazer um prato incrivel para a sua mais que tudo, ele é largado aos leões. Pronto para mostrar, como um dia com os “Senhores G” o transformaram num homem metro sexual e preocupado… No meu caso foi mais, seis semana de curso com o Chefe Francisco Lobão e agora cozinha para os amigos que se uniram para te dizer que não sabes cozinhar… Oh Angie Angie, onde te foste meter….

Decidi escolher algumas receitas que aprendi e fiz um jantar de tapas. Nada de transcendente… não fosse o facto de eu não ser um polvo, mas sim um ser humano com um grau de descoordenação muito acima da média… Ou seja, quando o Senhor Gordon Ramsay entrou na cozinha da minha mãe, pensou logo: “Ora aqui está uma cozinha com potencial, mas com uma péssima cozinheira….”. Ora eu que não sou de me ficar, disse:” Chefe Ramsay, isto não é o hell’s kitchen e eu não vou receber um prémio no fim. Isto é a vida real”. Resumidamente, deixei de me preocupar com o caos que se acumulava na banca, e passei a preocupar-me com as tapas que iam ficando a meio ponto. Trabalhei mais que um mouro em dia de apanha da uva… Fiz 8 pratos, tudo sozinha e ainda consegui organizar mais ou menos a cozinha, o Pedro veio ajudar a meter cadeiras que faltavam. Por favor, não penses no lava-louça, porque eu também não… além disso agora está arrumado!

Às 20.45 começaram a chegar os convidados, pontualidade britânica não aconteceu… mas ainda bem, porque assim consegui terminar as chips.

Depois de todos terem chegado, e eu ter feito uma pequena introdução ao jantar que se seguia, todos nos sentamos à mesa e só de lá saímos às 23.45… Ao que parece o que comemos era tão bom, que ninguém tinha vontade de sair da mesa.

Por esta altura já tinha dispensado a crew dos reality shows e voltei a sentir-me a adolescente que, todos os sábados à noite, trazia os amigos para casa, para conversar até altas horas…

A ementa de tapas vou dizer aqui, mas não vou dar nenhuma das receitas da escola de culinária. Não são receitas minhas, e não pedi autorização para as dar. Vou sim passar a receita de uma das sobremesas que fiz, que foi inventada por mim na hora!

Ementa de Jantar de Tapas ou Jantar de Redenção

Entrada

  • Pão de Alho;
  • Pizza de Fiambre e 4 queijos;

Prato principal

  • Arroz de Marisco;
  • Bife com Cogumelos com Batatas chips e yorkshire punddings;
  • Bife com Mostarda com Batatas chips e yorkshire punddings;
  • Penne com Bacon e Cogumelos;

Sobremesa

  • Mousse de chocolate;
  • Salada de fruta soft crunchy.

A receita que vou partilhar é a da salada de fruta.

SALADA DE FRUTA SOFT CRUNCHY

O que vais precisar?

  • 3 maçãs;
  • 3 laranjas;
  • 3 pêras;
  • 6 iogurtes de vários sabores (eu usei morango, coco, e frutos exóticos);
  • 2 pacotes de filipinos de chocolate de leite, triturados em tamanho granulado;

Como vais fazer?

  1. Começa por descascar e cortar a fruta em pedaços pequenos e mistura-os todos;
  2. mistura os seis iogurtes num recipiente;
  3. Começa a fazer a montagem da salada de frutas. Começa por uma camada de granulado de filipinos, uma camada de frutas e cobre com iogurte;
  4. Repete o processo e termina com uma camada de filipinos.
  5. Leva ao frigorífico e retira só na hora de servir.

IMG_0309Agora que aprendi a fazer vídeos, não quero outra… Por isso vou deixar aqui o vídeo das fotos de sábado!

Ps: João e Milai, eu vou tentar fazer algo do mesmo género depois do Harrison. Mas só para vocês… 9 pessoas é digno de um filme de halloween….

Anúncios

2 pensamentos sobre “Jantar de redenção… fim de curso… Oh foi um jantar!

  1. Mesmo quem já é mestre sente necessidade de aprender, minha querida chef! Não era suposto sentires-te insultada com o presente =) O jantar estava divinal. Obrigada por nos receberes tão bem!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s