Pink Fluffy Cake… de ameixa!

A primeira vez que eu vi um Red Velvet cake, foi num programa da Oprah. Ela andava com a amiga Gayle King a fazer uma viagem pelos Estados Unidos e parou em Graceland, onde jantou com a filha do Elvis, fez um tour ao “rancho” e no fim, enquanto a Lisa Marie contava peripécias do pai, tiveram um banquete servido só com comida típica do sul e preferida do Rei. Escusado será dizer que, de cada vez que vinha um intervalo e mostravam a mesa onde se iam sentar, eu não descolei. Estava fascinada com o aspecto das coisas que estavam na mesa. Depois de 20 minutos de espera, onde descobri que em Graceland tem as roupas do Elvis muito bem conservadas, assim como as suas guitarras e que inclusivamente existe um espólio que não é mostrado ao público, eis que chega o tão esperado momento. O momento mesa. Sinceramente, não sei o que tinha de entradas ou pratos principais, também não me recordo de todas as sobremesas, recordo-me sim daquela que me ficou na cabeça. Um red velvet cake. Tinha um aspecto incrível, e quando a Oprah e a Gayle começaram a comer, eu lembro-me de, para alem da baba que acumulei, ter proferido um impropério. Como diriam o brasileiros, inveja branca, porque eu não sou pessoa de maus pensamentos. a verdade é que durante algum tempo pensei no bolo… Não aguentei muito e fiz uma pesquisa na net, sendo que descobri que na receita originar o vermelho do bolo vem da beterraba. Ora bem, nesta altura eu não era blogger nem Dora Exploradora, ou seja, beterraba?! nem pensar. Fui então em busca de novas opções e li sobre colocar corante vermelho. Achei que era bem mais razoável. Experimentei o bolo aquando de um aniversário da marta. A verdade é que não ficou com o tom do Red Velvet. Estava bom, mas não acredito que as minhas amigas Oprah e Gayle fossem capazes de o aprovar… Assim, o tempo foi passando e eu lembro-me muitas vezes que a sul dos USA se usa muito o Red Velvet, mas saborear nunca aconteceu… Anos depois, mais precisamente este ano, vesti a camisola de Dora Exploradora, e fiz os brownies de beterraba e chocolate, que quando provei senti um travo incrível a terra, mas terra saborosa. Escusado será dizer que desde então me tenho lembrado de experimentar o Red Velvet… entretanto, a minha Sra. Doutora proibiu-me a ingestão de produtos de pastelaria, logo eu ainda que sonhe com bolos e folhados, não lhe toco. Porem, esta semana tive duas luzes para voltar à carga dos bolinhos. Por um lado a Dona Gracinda fez anos e esteve na América muito tempo. Por outro lado o meu tio Daniel e a minha tia Mira ofereceram-nos ameixas. Que ameixas, doces e vermelho sangue por dentro, com um caroço pequenino e um néctar digno dos Deuses do Olimpo.

WP_20140802_13_13_50_Pro

Enquanto conversava com a minha mãe sobre o bolo de aniversario e me regozijava com as ameixas, surgiu-me a ideia, e porque não um bolinho de ameixa?! A minha mãe disse que eu estava a inventar, e eu não sosseguei enquanto não fiz uma experiência, Red Velvet à Portuguesa… se bem que este nome soava estranhamente, então no fim, depois de cantar-mos os parabéns e quando vimos o interior do bolo decidi pelo nome Pink Fluffy cake. Eu não provei, não depois de cozido, mas depois de o enformar, olhei para a colher de pau e não resisti a provar… era muito bom… O meu pai que é o critico nrº2 e a minha mãe, critica nrº1, alegaram que o bolo era incrivel. Nestas coisas eles não mentem e por isso decidi partilhar a receita.

Ps1: Parabéns à dona Gracinda pelos seus 85 anos, ela tem uma Graceland mas sem roupas e guitarras do Elvis.

Ps2: Obrigada tio Daniel e tia Mira por nos terem oferecido as ameixas, contudo não sei o nome da qualidade… Se souberem qual é por favor digam!

PINK FLUFFY CAKE

O que vais precisar?

  • 6 ovos;
  • 250gr de farinha + 1 colher de sobremesa de fermento em pó;
  • 150gr de açúcar;
  • 6 ameixas, descascadas e sem caroço;
  • 1/2 tabelete de chocolate negro, para a cobertura

Como vais fazer?

  1. Pegas no miolo das ameixas e fazes um puré, ou seja ralas;
  2. Divides as claras das gemas e bates as claras em castelo;
  3. Bates as gemas com o açúcar e com o miolo da ameixa, mexe bem;
  4. Adiciona as claras em castelo e mistura bem;
  5. Peneira a farinha e mexe com auxilio de uma colher de pau;
  6. Leva ao forno numa forma untada com manteiga e com farinha para não colar;
  7. Quando o bolo estiver cozido, retira-o do forno e desenforma;
  8. Pica o bolo ainda bem quente cm um palito e espalha os pedaços de chocolate negro, deixa derreter e com uma faca sem serra, cobre o bolo;
  9. Deixa arrefecer e come, de contrario podes ficar com dores de barriga…

V__A691 V__C7F4 V__F013(1)

Anúncios

Um pensamento sobre “Pink Fluffy Cake… de ameixa!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s