Como chocolate para nectar dos Deuses…

 

Eu gosto muito de ler, e adoro quando um livro me prende…. O meu namoradão percebe logo isso, porque eu demoro mais do que o tempo normal para responder a uma sms… ah e a minha mãe… a minha mãe entra em estado de transe, porque eu deixo de viver a minha vida normal e passo a habitar os pufs do meu “escritório” para me dedicar em exclusivo à leitura. Assim, por norma devoro livros quando a minha ocupação é quase nula. Até aqui tudo normal, não fosse o facto de ultimamente a minha ocupação ser quase nula… Ou seja eu tenho lido mais do que o normal… e tenho livros dignos de filmes, vou deixar ao teu critério escolher a classificação adequada. Pois bem, eu li a trilogia do sexy Grey, a “duologia” do doce Gabriel (note-se que estou fixada no terceiro que sairá quando as galinhas tiverem dentes, passo a expressão) e ando a acompanhar a vida louca de uma ceifeira negra… esta colecção é do “círculos de leitores” e o Sr. Alberto só cá vem uma vez por mês, assim aconselhei-me com alguns detentores de bons temas literários e eis que surgiu “Como água para chocolate”. Inicialmente eu não achei grande titulo, depois falaram-me em comida e vidas alheias, confesso que isto aguçou a minha vontade de saber o que se passava. De forma muito casual, entrei numa livraria e comprei o livro, ai lá fui eu perder a cabeça e gastar dinheiro… o problema é que a minha irmã Marta entrou no carro e disse: “olha eu tenho este livro em casa…” o meu chão caiu e o meu cartão de débito deu um sorriso maléfico, não vou tecer comentários à subtileza de palavras escolhida pela minha irmã para descrever a minha compra inútil… Mas o mundo não se perdeu, porque eu mantive o livro com tratamento VIP e assim que foi possível troquei-o por outro da mesma autora… sobre esse falarei noutro verão.

Enfim, li “como água para chocolate”, o livro é muito bom, a Tita, personagem fulcral, cozinha com sentimento e as receitas dela causam o sentimento que ela tem enquanto cozinha. Isto não é tudo, a historia dela é digna de ser contada. Ok, é uma mulher e é sofrida, que mais poderia querer eu? Precisamente mais nada, tanto que em dois dias li o livro e percebi que o titulo, água para chocolate, é a forma descrita para fazer chocolate quente. Normalmente faz-se chocolate quente com leite, ela ensina com água porque, segundo a mesma, é menos indigesto.

O livro tem-me feito pensar em chocolate. Eu já o afirmei aqui várias vezes, eu sou fã de chocolate, uma fã incondicional, contudo o meu organismo não me permite ingerir este “alimento de almas”, tantas vezes como desejaria, por isso passei o fim-de-semana com uma mega enxaqueca. Eu não resisti ao chamamento da sereia… meu Deus até Ulisses teve dificuldades, eu não sou nem mais forte nem mais resistente do que ele, eu cedi. Cedi pecaminosamente, fiquei doente mas feliz. Sim, olhando bem para o fim-de-semana, foi estóico, foi memorável… e claro como “quem vai à festa três dias não presta”, eu sofri como uma guerreira e tentei limpar as feridas com ajuda de muita água e muito descanso.

Enfim, depois desta demanda decidi partilhar um dos meus mais recentes upgrades culinários, Bolim de chocolate. Simples, fácil, rápido e já que se fala tanto em Olimpo porque não uma espécie de néctar comestível?

Bolim de Chocolate

O que vais precisar?

  • 2 Bacias
  • 1 Forma de bolo, manteiga e farinha para forrar a forma
  • 2 Iogurtes naturais sem açúcar (100g cada)
  • 6 Ovos
  • 200g de farinha ou 2 copos de iogurte de farinha
  • 200g de açúcar ou 2 copos de iogurte de açúcar
  • 100g de chocolate em pó negro ou1/2 copo de iogurte de chocolate em pó negro
  • 1 Batedeira
  • 1 Colher de pau e um salazar (não é o ditador)
  • 9 quadrados de chocolate culinário

Como vais fazer?

0º Liga o forno a 150º

1º Separa as gemas das claras e bate as claras até ficarem em castelo (expressão que sempre ouvi)

2º Adiciona o iogurte às gemas e bate

3º Adiciona o açúcar ao preparado anterior e bate bem

4º Agora mistura as claras em castelo

5º Adiciona o chocolate à mistura

6º Hora de adicionar a farinha. Tudo muito bem batido.

7º Barra a manteiga na forma e coloca a farinha para não colar, verte de seguida a massa para a forma e leva ao forno.

8º Com o palito vai vendo se está cozido

9º Quando o bolo estiver pronto, desenforma e decora-o com quadrados de tablete de chocolate culinário. Ele amolece e com auxílio de uma faca vais arrastado em volta do bolo.

10º Que o cantar das sereias te traga muita coisa boa!

 Imagem

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Como chocolate para nectar dos Deuses…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s