Elas vão ser mamãs e eu não sei o que oferecer…

Quando eu era miúda, a minha mãe insistia que eu aprendesse ponto de cruz. Alias, ela obrigava-me como actividade de férias a fazer exercícios de ponto de cruz…. Eu não gostava nada daquilo… para além de chato era cansativo… ai e como era rígido.

Os anos passaram-se e eu comecei a adorar pintar. Pronto, eu admito, sempre fui muito mais arts and crafts do que a minha irmã (entre nós, ela também foi obrigada ao ponto de cruz, mas ela gosta…) pois bem, um dia vi o lindíssimo trabalho de pintura que uma amiga da minha mãe faz. Ela é expert em pinturas de tecido, faz coisas tão bonitas! Admito que na altura pensei provavelmente também era capaz de fazer isto… pelos vistos a minha mãe pensou o mesmo porque uns dias mais tarde levou-me a uma loja de materiais de pintura e comprou-me tintas. Não posso precisar, mas julgo que na altura comprei os tons básicos, branco, amarelo magenta e azul… e um autocarro de pincéis… não faço ideia porquê mas se há coisa que me dá prazer comprar e escolher são pincéis.

Em resumo, cheguei a casa e mais uma vez a minha incitadora de trabalhos manuais, deu-me uma T-shirt usada e coçada para eu experimentar qualquer coisa. Julgo, e mais uma vez não posso precisar, que na altura fiz um urso… não sei o que é feito desse exemplar… Sei que na altura a minha mãe achou piada e não sendo conhecedora da técnica ofereceu-me o meu primeiro exemplar de “Faça Fácil” uma revista muito boa que ensinava entre muitas coisas, técnicas de decoração. Julgo que já nem tem distribuição em Portugal… Pois bem, eu devorei a revista e comecei a pedir para me trazerem peças de roupa estragadas para eu as “curar”.

Hoje dedico-me mais ao que me fez escrever este Post, presentes personalizados para os bebés das amigas e primas. Em suma quando a notícia “Vou ser mamã!” surge, eu resolvo logo ir comprar fraldas e por mãos à obra.

Terminada a minha pequena dissertação sobre pintura em tecido aqui ficam os meus 8 passos para pintar em tecido:

1º Decide que figurinha queres que apareça;

2º Com ajuda de um papel químico decalca a imagem na fralda. Podes sempre desenhar directamente no tecido!

3º Arranja 1 pano, 1copo com água, as tintas que vais querer usar e um arsenal de pincéis. Ter tudo à mão evita acidentes durante o processo de pintura…ImagemImagem

4º Por baixo do tecido, coloca um cartão ou até papel grosso, assim podes pintar por cima que não sujas tudo;

5º Inicia o teu processo de pintura. Eu acredito que cada um adquire o seu método, o meu é assim, começo por pintar o que fica por baixo. Por exemplo uma menina com as pernocas de fora, primeiro pinto as pernocas e só depois o vestido.

6º Depois do processo de pintura terminado, coloca a secar, não ponhas ao ar livre porque este gesto pode pôr em risco todo o trabalho que tiveste até agora… Os pássaros por exemplo não sabem o conceito de casa de banho…

7º Quando tocares no tecido e o sentires seco, está na hora de o passares a ferro. Passa a ferro sempre do lado avesso. Uma prima minha ensinou-me este processo que ajuda a tornar a pintura mais resistente.

8º Dobra bem, embrulha num papel bonito, coloca uma fita bonita e oferece!

Como dá para entender é bem mais simples do que ponto de cruz!Imagem

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s